quinta-feira, 24 de abril de 2014

Quando se perde a essência...

Eu me sento aqui, nessa tarde de Quinta-feira, para começar um post difícil de escrever. Já comecei, apaguei, comecei de novo...então vamos lá. Eu adoro escrever, mas me empolgo com facilidade e corro o "risco" de revelar a alma nas próximas palavras. Então, vou devagar...para não escorregar!

Desde que comecei esse blog, há 4 anos atrás, minha intenção sempre foi mostrar o que há de bonito há minha volta, pois é na simplicidade das coisas (e das coisinhas) que está a verdadeira beleza. Nisso eu acredito! Mas nunca a afirmação "nem tudo são flores" esteve tão presente na minha vida.

Nos últimos anos, muitas coisas aconteceram, muitas mudanças aconteceram, me fazendo sentir engolida pelo tempo e sinto que existem sentimentos que eu não consegui digerir como necessário. É como se eu tivesse os armazenado em um cantinho dentro de mim, mas agora esse cantinho já não cabe mais nada, a porta estourou! Tudo começou a fazer sentido quando há dias atrás eu senti um desgaste físico muito grande. Falta de ar, ansiedade, palpitações, náuseas, um mal estar que me deixava muito mal. Um dia, o simples ato de lavar louça, me fez sentar na cadeira para recuperar o ar. Não entendi o que estava acontecendo.

A insônia também voltou com força nos últimos meses. Coisa tão triste e desgastante, que se eu tivesse um inimigo, nem pra ele eu desejaria isso. Não dormir bem me transforma de uma maneira devastadora, traz um lado feio, de impaciência, desânimo e alteração de humor. Não gosto da Elza que não dormiu, detesto quando "ela", suas olheiras e aspecto cansado aparecem. Não há doçura na insônia, certo?

Eu sempre fui uma pessoa totalmente ativa. Dessas que acorda cedo, abre a casa, resolve o que tem que resolver, faz bolo, um artesanato inesperado no meio do dia, topa tudo, está sempre fazendo alguma coisa, enfim, estou sempre em movimento e em processo criativo seja de qualquer coisa. Mas ultimamente estava mergulhada num ócio terrível, procrastinando demais, conectada por tempo demais, on line por tempo demais, desanimada por tempo demais. Isso também me causou desespero. Quando percebi o quanto de tempo passava sentada olhando para a tela do computador, seja no Facebook ou em qualquer outro site, me deu muita tristeza. Uma sensação de que eu era a única responsável por desperdiçar o meu mais precioso bem nos dias de hoje: o meu tempo! Eu estava me auto-sabotando!

Percebi que não fazia mais artesanato, não produzia ou criava quanto antes, não tinha ideias como antes, não me empolgava pelas coisas como antes... me senti triste. Era como se estivesse lentamente perdendo a minha essência.

Quer um exemplo? O quarto dos meus filhos precisa ser pintado. Tem paredes rabiscadas, marcas de pé dos meninos e também porque cansamos do verde das paredes. A tinta já foi comprada há meses. Mas me falta o elemento "Hoje vai!". Entende do que eu estou falando?

Outro fator frustrante é o de que negligenciei completamente a minha saúde nos últimos anos. A médica que me atendeu, mesmo sendo um doce de pessoa, fechou a "cara" para me dar o maior puxão de orelha porque desde que Thomas nasceu, não fui mais ao ginecologista (outro exemplo desanimador). Pode ter certeza que me senti envergonhada, mas lá no fundo, sinto que nem vi esse tempo passar, parece que nesses 3 anos eu estava ligada em um modo automático, só agindo...ou reagindo, talvez. Mas não há desculpa, quando a gente se esquece de nós mesmos.

Mesmo eu, nos meus anseios de mãe exemplar, tenho que lembrar que também sou mulher, filha, esposa... e que todas as minhas outras facetas precisam de igual atenção. E que mesmo gostando da perfeição, posso sim me permitir ser imperfeita.

Se lembram do trecho lá em cima da falta de ar? Pois bem, me passaram uma bateria de exames que eu estou fazendo aos poucos. Também está previsto uma consulta com um gastro, por causa das dores de estômago e inchaço diário na barriga.

Já faz um tempo que venho me sentindo mal quase todos os dias, dores de cabeça, perdi o apetite, cozinho todos os dias para minha família, mas não sinto fome ou vontade de comer. Já perdi 2 quilos até agora nessa dieta indesejada. Também tive virose duas vezes em menos de 1 semana e palpitações muito frequentes. É o meu corpo pedindo ajuda!

Tive uma consulta com uma psicóloga, pois foi recomendação da minha médica e tive um triste diagnóstico de que estava em um quadro depressivo. Sinceramente, já cheguei a cogitar isso sim, pois a gente não descobre de um dia para o outro que não está bem, não cheguei até esse momento sem saber de nada, porém eu culpava sempre a falta de sono, acreditando piamente que bastaria eu estabilizar o meu sono, que tudo isso iria passar. Que eu voltaria a ser eu novamente...

Eu me sinto mais chorosa e mais sensível. Há tempos parei de ver jornais e notícias pela manhã pois algumas delas me deixavam arrasada pelo resto do dia. A última foi a do menino Bernardo, morto pelo pai e pela madrasta. Não queria ler, mas cedi a curiosidade. Erro meu, pois chorei, chorei e chorei compulsivamente por horas. Imaginei todo o sofrimento desse menino como se fosse em mim. Como se fosse em um filho meu. Estava com os nervos á flor da pele!

O mais agravante disso tudo são os sintomas que a gente desenvolve nesse processo sem perceber, como síndrome de pânico, crises de ansiedade e transtorno compulsivo obsessivo. Que a minha maçaneta da porta nem "desconfiava" quando eu quase quebrava ela de tanto conferir se ela estava mesmo trancada. Ou no tapete que eu tinha que alinhar na porta da frente, pois ele desalinhado me incomodava demais.

E assim a gente descobre, como um "tapa na cara" que não está bem, que não está lindando bem com os sentimentos e frustrações, descobre que tudo anda cinza demais, quieto demais por fora, mas barulhento e inquieto demais dentro da nossa mente.

Duas amigas me disseram na mesma semana que eu estava estranha, uma delas, mais sincera me disse uma frase que ficou na minha cabeça: "nem parece você", disse ela. Realmente eu não me sinto eu mesma já faz um tempo e eu gostava muito de quem eu era. Quero a minha vaidade, a minha vivacidade, a minha espontaneidade e a minha essência de volta.

Sendo positiva como sempre fui, penso nos meus filhos e como eles são alegres, saudáveis e sapecas, penso no meu marido, que é bom e paciente comigo, um anjo que caiu na minha vida e penso também em como eu era antes e como sempre gostei de mim, das minhas escolhas, das minhas iniciativas, até dos meus erros, ora!...enfim, tenho tanto a ser grata, mas estava dando atenção nas coisas para se lamentar.

Queria muito escrever sobre o que eu estou passando aqui no blog, pois ele é um registro pessoal! E talvez este seja um dos assuntos mais pessoais que eu já tenha escrito por aqui. Foi confuso sentar e escrever tudo, pois a minha cabeça está cheia de pensamentos e medos. Até o que vocês estão pensando de mim ao lerem isso, me preocupa! Eu sou muito exigente comigo mesma. Mas quando a gente compartilha, escreve, ...se sente melhor. Pelo menos comigo funciona.

Poderia ter guardado esse momento para mim e minha família, mas não tenho medo e nem vergonha de revelar o que estou passando. Não sou a primeira e nem serei a última. E até porque me esconder, não faz parte do meu estilo. A intenção não é fazer do blog um "muro de lamentações", é só um desabafo que eu sinto necessidade de compartilhar. Por mais que este seja o meu momento atual, não quero prolongar o assunto, quero mais é cuidar de mim.

Também excluí a minha conta do Facebook por tempo indeterminado. Quero fazer uma grande limpeza mental nesse momento. Não estava me fazendo bem tanta informação e faz parte do meu plano ficar menos tempo conectada. Vou ler um livro, ver um filme clássico, testar uma receita, fazer uma cabaninha para os meus filhos... a vida está aí para ser vivida, certo?

Agora tenho que estar no meu momento mais "egoísta" de uma maneira positiva e olhar pra mim, ter um tempo meu e para o que me agrada, para tudo aquilo que me faz bem. Não me permito mais ter acesso ao que me causa ansiedade ou agitação.

Não estou no Facebook, mas continuo lá no meu queridinho Instagram, a vibe de lá é muito mais positiva e calorosa, e também no Pinterest e no Flickr, brincando de fotógrafa 

Essa semana comecei a terapia e um tratamento com Florais de Bach. Como eu sempre sinto meu anjo da guarda junto de mim, tive sorte de encontrar uma terapeuta que é contra medicação forte e controlada, portanto o meu tratamento será baseado nos florais, acupuntura para tratar a insônia, caminhadas matinais, mudanças de hábitos e alimentação e o mais importante: Ação!

Quando você muda, o mundo muda com você, certo?

Obrigada se você leu tudo isso até aqui, eu escrevi um livro, rs! Peço compreensão, não julgamentos e paciência, pois este é o meu pré-renascimento!!! Queria muito ser mulher maravilha, mas descobri que sou só uma mulher e isso me basta!

Bjs

75 comentários:

  1. Minha linda, como não ser compreensiva em um momento desse?Aproveite esse tempo, ele é só seu! As suas palavras me deram um puxão de orelha...Fique com Deus
    Beijos Dri

    ResponderExcluir
  2. Elza querida! Como não ler todo o seu desabafo, faz tempo que acompanho seu blog e gosto muito do seu cantinho e de vc! Vc é muito querida!
    Querida, glória à Deus que vc descobriu que não é a mulher maravilha, eu te entendo super bem! Depois que tive filho, em vários aspectos me deparei que algumas coisas não seriam como antes, ou seja, não era me anular, mas muitas vezes temos que abdicar de algumas coisas para o nosso bem e para o bem de nossa família! Uma dessas "coisas"acho que é a net, e se não cuidarmos ela nos suga de pouquinho... teve um momento que me deparei com um momento crítico: a necessidade de blogar!!! Necessidade??? Imagina!! Não creio que isso na vida deve ser uma necessidade, e sim lazer, diversão! Necessidade têm haver com coisas essenciais!!!! Hoje, graças à Deus, estou na blogsfera se der, se não der também, tá tudo certo! Pois há coisas infinitamente mais importantes! Desculpe eu me alongar... quero te dizer que te dou o maior apoio, não fique pensando o que vamos achar!! Fique em paz! Faça seu tratamento tranquila, resgate aquilo que vc perdeu como Elza, isso é importante! E não se esqueça de contar com Aquele que sabe exatamente o que vc sente, pensa, anseia, sonha, que te ama independente de qualquer coisa, pois está preocupado em te ajudar: Jesus! Conte comigo Elza! Sou uma amiga virtual mas estou aqui! Eu também não sou a mulher maravilha!!!! Bjo e Deus te abençõe!

    ResponderExcluir
  3. Olá Elza, primeiro lugar queria dizer como você é corajosa em falar deste assunto aqui, acredito que pode ajudar muitas pessoas que estão passando pelos mesmos sintomas e não acabam procurando ajuda e também, como você falou falar, escrever faz bem. Segundo que bom que você foi atrás, mostra que você ainda se importa com você mesma.

    Desejo melhoras e só vibrações boas e muita luz para você.

    Abraços,

    Tássia

    ResponderExcluir
  4. ♥♥ Muitas vibrações positivas pra você neste momento, Elza! Espero que melhore logo! Boa recuperação. Beijinho :*

    ResponderExcluir
  5. Deus abençoe voce e proporcione momentos incríveis de alegria com sua família e consigo mesma. Sucesso

    ResponderExcluir
  6. Elza fique em paz se alguém ja não se sentiu assim, com certeza esse alguém não é humana, acho super compreensível e o mais dificil é nós mesma nos aceitarmos, somos mulheres temos altos e baixos de todo tipo( hormonal, sentimental, espiritual) e tudo isso nos da a oportunidade de crescermos ao conseguir vencer esses momentos. Apesar de não lhe conhecer pessoalmente de admiro muito pelas suas postagens tao bem colocadas e tenho certeza que como tudo na vida esse momento vai passar e vai mostrar uma Elza muito mais forte, fique em paz e se cuide, tenha fé.

    ResponderExcluir
  7. Não é fácil sair disso. Mente quem diz que é simples. Exige esforço, empenho, reaprendizado de hábitos, exige TEMPO e muito amor e carinho para consigo mesma. Mas é totalmente possível dar a volta por cima. Fazer um check-up é realmente um primeiro passo - cuidar do corpo físico é fundamental. Mas tão importante quanto é cuidar da alma, do aspecto emocional. E vc já deu o primeiro passo fazendo essas duas coisas. Vá até o fim delas: das consultas, exames, colocando em dia sua saúde. O restante, é um pequeno passo por dia. Um hábito a ser mudado ou incorporado por vez. Dias melhores e dias nem tanto... Força, viu? Pessoas sensíveis se deixam tocar mais pelas coisas do mundo. E isso não é "defeito" - é apenas uma maneira de ser e vc pode aprender a lidar com isso sem perder sua sensibilidade. Te desejo uma caminhada feliz em direção ao reencontro consigo mesma. Mesmo que não seja a mesma pessoa antes desse processo. E não vai ser. Porque passar por este tipo de coisa faz a gente crescer. E no final - tomara - mudar pra melhor. Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  8. O minha querida! Obrigado por compartilhar seu sentimento conosco. Imagino a dificuldade em se abrir...imagino o momento dficil que está passando, mas tenha fé! Você ja esta fazendo o mais dificil:se abrindo, assumindo o problema e correndo atras. Tenho certeza que tudo dará certo e que vc encontrará conforto em sua família!
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  9. Querida Elza,
    Há algum tempo acompanho seu blog, ao qual acho maravilhoso, é uma pena vc se distanciar, mas entendo perfeitamente. Assim como vc tb passei p períodos difíceis, e p 3 anos fiz terapia c uma psicóloga, estava c depressão pós parto. O q quero dizer pra vc é ñ tenha medo, sei q é normal ter medo do desconhecido, mas vc está no caminho certo, e te digo, vc vai adorar fazer terapia, vai se descobrir, seus limites, seus momentos, é uma verdadeira guinada na vida, mas pro bem... E por fim, vc vai priorizar tdo q é realmente importante na sua caminhada. Ñ lamente, mas veja o lado bom disso, vc descobriu a tempo, e ñ se deixou levar, tdo vem no momento certo, vamos erga a cabeça!
    Pelo q vc contou, parece ser perfeccionista, e assim como vc, tb sou, será q as pessoas q se cobram +, são exigentes, gostam de tdo organizado, tem essa tendência? Ñ gosto de ver os tapetes fora de lugar, quadros tortos, bagunça, sujeira, mas em contra partida, ñ sou neurótica, aprendi a dar a atenção q precisa, mas s excesso. Isso c a ajuda de um profissional.
    Ñ fique triste ñ, tdo vai se resolver, mas vc tem q fazer sua parte! Seu cuida, fica c Deus!
    Bjos.
    Lúcia.

    ResponderExcluir
  10. Isso! Deite-se no chão com seus filhos, rolando pelo chão e olhem as estrelas. A casa qualquer hora a gente ajeita. Te adoro tanto que se fossemos vizinhas aaaa como ia ser bom demais. Desconecte, desarme e liberte-se, e seja feliz. Vivo sem me cobrar, tente você vai conseguir! Tenho certeza!!!! Te adoro ariana linda! <3 Te vejo pelo instagram! <3 bjs! Qualquer coisa pode contar comigo. Estou aqui pro que der e vier!

    ResponderExcluir
  11. Oi Elza, ja faz um tempo que visito esse seu cantinho, me inspiro muito em você e acho lindo essa imagem que você passa. Sei que você é uma guerreira e com certeza vai sair logo dessa fase. Já passei por isso e sei exatamente como se senti. Mas tenha força e acredite que a nossa vida se renova a cada manha. Eu sei que não é simples assim, falando é muito fácil, mas acredite que vai melhorar a cada dia. Sou sua fã, adoro esse blog e tenho um carinho grande por você. Que jesus ilumine seu caminho sempre e te faça muito feliz!!

    ResponderExcluir
  12. Elza, que a alegria de Jesus encha seu coração neste momento, sobrenaturalmente vc abra seus olhos e enxergue a vida como Deus quer q vc veja.
    Que vc possa ser usada por Ele para testemunhar o quanto o amor de Jesus eh grande, o quanto Ele é bom, testemunhar aqui que Ele te restaurou Te fez nova.

    Fica boa amiga, irmã, permaneça de pé e receba a cura, não permita ouvir outras vozes que não a do Nosso Senhor.
    Abra seus ouvidos e seu coração para ouvir o que Ele tem pra vc, só pra vc...
    Vc tem sido usada neste blog anunciando as maravilhas do Senhor, não me admiro que vc esteja passando por este momento, mas eu digo permaneça firme, alegre-se no Senhor, outra vez eu digo: alegre-se no Senhor, pois Ele sempre está com vc, Ele só Ele é a sua alegria.

    ResponderExcluir
  13. Elza desejo que você fique bem.Deus está cuidando de você...bjo!!!

    ResponderExcluir
  14. Elza desejo que você fique bem.Deus esta cuidando de você...bjo!!!

    ResponderExcluir
  15. OI Elzinha..lí atentamente tudo que voce escreveu, não se preocupe com que possamos pensar, porque o mais importante você já fez, encontrar o foco do problema e agir em direção contraria. Voce é inteligente e com certeza ,rapidamente,encontrará todos os mecânismos para superar essa fase. Depressão é uma coisinha silenciosa que vai se chegando..e na maioria das vezes são justificadas com desculpas que criamos , nos dizendo o que nos é conveniente naquele momento. Fez um ano que perdi meu filho com 17 anos de idade em um acidente de moto, eu cheguei bem proximo de uma depressão, logo na mesma semana fui procurar ajuda psicologica e o que mais me ajudou mesmo foi o trabalho...eu tenho uma loja e estar com pessoas, ouvir coisas diferentes, me ajudava a nao pensar na minha enorme dor naquele momento. Fácil?? nao foi e ainda é um pedaço fragil de mim, mas eu fiz a opção de viver e enquanto viver, viver da forma que ele queria q eu vivesse..alegre e Feliz. Ser feliz , é sim, uma opção. Temos um problema , mas nós e apenas nós podemos decidir o que fazer com isso, entao voce fez a opção certa querida, fazer o que for necessário para o seu bem estar e de sua familia. Então cuide-se bem, faz o melhor por vc e eu torço muito por ti , viu?? Um bjo grande claudia sodré.

    ResponderExcluir
  16. Olá Elza. Eu sempre acompanho o seu blog, mas nunca deixei comentários... mas esse seu post me mobilizou a deixar aqui o meu apoio. Você descreveu com leveza a fragilidade que pertence a todos nós - humanos - e que a rotina muitas vezes nos faz negar. Felizes as pessoas que, como você, pensam sobre sua condição de sujeitos e são capazes de reorganizarem a própria vida, os sentimentos e as suas esperanças por um tempo novo. Que você seja feliz!

    ResponderExcluir
  17. Olá Elza. Eu sempre acompanho o seu blog, mas nunca deixei comentários... mas esse seu post me mobilizou a deixar aqui o meu apoio. Você descreveu com leveza a fragilidade que pertence a todos nós - humanos - e que a rotina muitas vezes nos faz negar. Felizes as pessoas que, como você, pensam sobre sua condição de sujeitos e são capazes de reorganizarem a própria vida, os sentimentos e as suas esperanças por um tempo novo. Que você seja feliz!

    ResponderExcluir
  18. Você já deu os primeiros passos, agora é só seguir em frente, e nao se esqueça desse cantinho aqui. Descobri seu blog no meu aniver dia 11 de fevereiro, devorei ele no mesmo dia rsrs. Senti muito aconchego, amei tudo que vi por aqui, então, segue em frente,leia seu blog, vai se sentir melhor.

    ResponderExcluir
  19. Olá Elza querida, li com muito carinho todo seu depoimento e sei que esse é um momento difícil e de escolhas pra você. Também estou atravessando um momento assim, fazendo terapia, tratamento médico, afastamento do trabalho etc etc. Então, tenho feito coisas que me dão prazer pra afastar o que não me agrada. Você não é a mulher Maravilha mas é guerreira e tem filhos saudáveis e lindos, mais um motivo pra buscar a felicidade. Estamos sempre em constante mudança e isso é bom, o que precisamos é saber lidar e aceitar certas mudanças. Você vai vencer tudo isso, é apenas uma ventania passando por você. Bjs

    ResponderExcluir
  20. oi Elzinha,

    a pior parte já passou,que foi identificar o problema,
    agora é só uma questão de dedicação,tempo e empenho com você mesma,
    e mais uma dese de carinho e amor dos que estão a seu lado,
    e com certeza esses sentimentos vão transbordar...
    se precisar de um colinho,
    estou por aqui...torcendo demais por você...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  21. Pense sempre em Deus, uma força maior que estará sempre ai para alegrar você.... Cuide-se bem!!!

    ResponderExcluir
  22. Oi Elza,

    Acredito que é só uma fase...
    Você conseguiu identificar o problema e está no caminho certo tentando resolver.
    O seu texto, fez abrir meus olhos para muitos problemas que eu mesmo acabo causando por causa de tanta tecnologia. Ultimamente a Tecnologia tem sido nosso maior inimigo, é uma guerra entre tecnologia e o tempo.

    Fique tranquila Elza, fique calma... você é forte, decidida, super mãe, vai tirar de letra tudo isso.Faça como você disse, tire mais tempo para você, afaste de coisinhas chatas desnecessária , curta sua família, seus príncipes. Tenha em sua vida, tudo o que for realmente essencial para você viver e ser feliz =D

    Por favor, se puder, não deixe de blogar... amo seu blog e a energia positiva que ele transmite !
    Fique em paz !

    Beijocas

    ResponderExcluir
  23. Oi Elza. Li todo seu relato e me vi muito nele tbm. Várias coisas em comum. A insônia, a gastrite (inchaço no estômago), ansiedade, mania de perfeição e até o tal toc. Sei bem o que é isso, o que são estes sentimentos... Acredito que eu ainda esteja naquela fase de colocar todos esses sentimentos numa 'salinha' dentro de mim. A sala ainda não encheu e a porta não estourou. Mas sei que o caminho que estou indo é o mesmo...
    Desejo muita força neste momento. Com tudo que vc falou que está fazendo, se desligando, se desconctando com o que não é bom, e em sintonia com tudo que faz bem pra gente e pra alma. Vc vai conseguir.
    Eu tbm preciso disso. Acho que no momento atual da humanidade, todos precisamos. Se desconectar do que não faz bem, te aprisiona, e cega para o que realmente vale na vida.
    Bjos Elza. Força sempre... ^_^

    ResponderExcluir
  24. Elza, acompanho seu blog ha tempos e sinto muito pelo que vc está passando... o que tem me ajudado a superar o desanimo que a fibromialgia e depressão me dão é minha fé. Acho que vai gostar desse artigo: http://www.jw.org/pt/ensinos-biblicos/perguntas/biblia-ajuda-os-deprimidos/ melhoras....

    ResponderExcluir
  25. Elza...Venho aqui te ver todo dia (mesmo quando vc não vem) ... Tirei 2014 para mim, para me cuidar e é bom ver que o clic que estala em minha mente é mto mais comum do que imagino. Já deu tudo certo, agora é viver! Bjo

    ResponderExcluir
  26. Elza nunca comentei em seu blog, nem mesmo tenho um blog, mas gosto da delicadeza que vc passa em suas postagens. Sou casada há 22 anos com o amor da minha vida e temos um filho lindo de 20 anos, estudante universitário. Dia 4 deste mês meu filho sofreu um grave acidente de carro, teve traumatismo craniano e ficou na UTI. Eu e meu marido ficamos arrasados, mas com muita fé, muita oração e muita proteção de Deus meu filho não teve nenhuma sequela. Segue se recuperando em casa, rodeado de muito amor. Agradeço todos os dias a vida, saúde e recuperação do meu filho e te digo que aquilo que nós temos que viver nesta vida, ninguém vive no nosso lugar. Deus nos faz fortes e nos torna melhores. Reaja, cuide de sua saúde e vc verá que tudo passa. Sua família precisa de vc e Deus nos ama e nos quer felizes.
    Bj no seu coração
    Adri

    ResponderExcluir
  27. Obrigada por partilhar conosco este momento que é tão seu... E infelizmente esta é a vida da mulher moderna, não tem sido fácil. Porém há um caminho e vc já etá nele. A busca por ajuda e acompanhamento profissional é o ideal, pois sozinhos não conseguimos. A Oração também ajudará a limpar a mente a equilibrar as emoções... Parabéns por lembrar de vc novamente, seus filhos (lindos por sinal) enfim sua família merece que vc se cuide pois eles precisam de vc, sem ser a mulher maravilha, mas de vc filha, mãe e esposa. Em minha orações vc será lembrada...

    ResponderExcluir
  28. Minha querida, neste momento estou arrasada em lágrimas e apetecia-me muito dar-lhe um forte abraço! Um abraço de força de conforto e de luz. Ainda bem que parou a tempo... realmente este mundo virtual tira-nos muito tempo e a vida passa a correr. Não podemos desperdiçar o tempo. Seja feliz minha linda. Deus esteja a seu lado. Se precisar de nós, cá estamos deste lado do oceano . Mande noticias... Beijinhos, muitos <3 <3 <3

    ResponderExcluir
  29. Minha querida, neste momento estou arrasada em lágrimas e apetecia-me muito dar-lhe um forte abraço! Um abraço de força de conforto e de luz. Ainda bem que parou a tempo... realmente este mundo virtual tira-nos muito tempo e a vida passa a correr. Não podemos desperdiçar o tempo. Seja feliz minha linda. Deus esteja a seu lado. Se precisar de nós, cá estamos deste lado do oceano . Mande noticias... Beijinhos, muitos <3 <3 <3

    ResponderExcluir
  30. Sem dúvida você não é a primeira e nem será a última! Passei por essas mesmas fases que você está passando agora, inclusive com a exclusão do FB, acho que é quase como o 1º PASSO do tratamento... Já fiz tratamento com florais e acupuntura e achei ÓTIMO! Que bom que você encontrou profissional adepto de ambas práticas... torço que logo todas suas iniciativas deem resultado >.< Quando ainda estava em tratamento, ouvi: O mundo está pesado demais pra nós, seres humanos, sensíveis... Por mais que não me julgasse uma pessoa "sensível"... o mundo atual nos machuca = FATO
    Que Deus ilumine seu caminho e tudo volte ser leve (na medida do possível) e alegre! Bjim

    ResponderExcluir
  31. Sem dúvida você não é a primeira e nem será a última! Passei por essas mesmas fases que você está passando agora, inclusive com a exclusão do FB, acho que é quase como o 1º PASSO do tratamento... Já fiz tratamento com florais e acupuntura e achei ÓTIMO! Que bom que você encontrou profissional adepto de ambas práticas... torço que logo todas suas iniciativas deem resultado >.< Quando ainda estava em tratamento, ouvi: O mundo está pesado demais pra nós, seres humanos, sensíveis... Por mais que não me julgasse uma pessoa "sensível"... o mundo atual nos machuca = FATO
    Que Deus ilumine seu caminho e tudo volte ser leve (na medida do possível) e alegre! Bjim

    ResponderExcluir
  32. Sem dúvida você não é a primeira e nem será a última! Passei por essas mesmas fases que você está passando agora, inclusive com a exclusão do FB, acho que é quase como o 1º PASSO do tratamento... Já fiz tratamento com florais e acupuntura e achei ÓTIMO! Que bom que você encontrou profissional adepto de ambas práticas... torço que logo todas suas iniciativas deem resultado >.< Quando ainda estava em tratamento, ouvi: O mundo está pesado demais pra nós, seres humanos, sensíveis... Por mais que não me julgasse uma pessoa "sensível"... o mundo atual nos machuca = FATO
    Que Deus ilumine seu caminho e tudo volte ser leve (na medida do possível) e alegre! Bjim

    ResponderExcluir
  33. Elzinha querida! grande beijo e um forte abraço neste coração!!

    ResponderExcluir
  34. Elzinha, até para desabafar dos seus sentimentos você o faz com doçura. Fui lendo e imaginando você me contando tudo isso pessoalmente, é engraçado, pois, mesmo não nos conhecendo fora do mundo virtual, sinto uma grande carinho por você, como se você fosse mais uma das minhas amigas distantes, como as que tenho em Campinas e que acabaram se tornando amigas virtuais, sabe por que? Exatamente por esse motivo que você descreveu acima, tempo gasto com coisas que nos fazem perder a essência. Eu vivo me perguntando como eu tinha muito mais contato com minhas amigas antes desse mundo virtual existir do que agora que ele existe e poderia ser muito mais fácil reunir a turma??? Estou com você, vou seguir seu exemplo, me dedicar a minha vida real e fazer as coisas simples que nos trazem tanta satisfação. Melhoras para você! tenho certeza que com força de vontade você vai reencontrar a Elzinha que está escondida por ai. Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Elzinha, acredito que todas nós mulheres em algum momento da vida pensamos que somos "mulher maravilha" e vivemos esse momento depressivo quando descobrimos que somos apenas mulheres, como você mesma disse...
    Minha frase de compreensão pra você é: take your time!
    Estarei orando por você e sua família linda! Tenho certeza de que nosso Deus e teu anjo da guarda estarão te guiando e dando forças!
    Tenha um sábado feliz!!!!!
    Um beijo carinhoso da sua amiga virtual!

    ResponderExcluir
  36. Elzinha, Querida!
    Estou emocionada com sua sinceridade. Preocupada com seu sofrimento.
    Mas feliz em perceber que você é tão especial que tomou a iniciativa de buscar ajuda, assumir
    as fraquezas e batalhar por uma saúde melhor.
    Estou aqui, torcendo por sua recuperação. Rezando para que tudo na sua vida volte ao normal o
    mais rápido possível. Apesar da distância e de nunca termos nos conhecido pessoalmente
    gosto muito de ti. Torço por ti.
    Fica com Deus!
    Muita fé, paciência e persistência.
    Amodoro-te.

    ResponderExcluir
  37. Elza, este momento é seu. Permita-se ser egoísta, cuidar de você.
    Torço pela sua recuperação, mas sentirei saudades.
    Não vou deixar de lembrar de você, principalmente quando vejo imagens vintage (sempre me vem você na mente rs)
    Esse mundo da blogosfera é interessante : estamos tão perto e tão longe ;não nos conhecemos, mas somos íntimas. Vá entender...
    De qualquer forma, te desejo o melhor, e assim que eu aprender a mexer no instagram, flirck e pinterest, te encontrarei por lá.
    Grande beijo, e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  38. Oi Elza!
    Quando começei a ler seu post, não tive mais vontade de parar , pois me identifiquei de imediato com o que você escreveu, porém no seu caso você já conseguiu diagnosticar o problema , o meu ainda estou tentando solucionar, desde agosto do ano passado comecei a sentir algumas mudanças em mim, tantos físicas como emocionais, passei a sentir um cansaço intenso e só pensava em dormir, achei que era devido ao trabalho e a correria intensa que estava passando , e depois veio a cobrança do corpo, comecei a ficar menstruada de 15 a 20 dias direto e um fluxo intenso , para quem nunca ficou 4 dias , isso para mim foi assustador !Achei que estava entrando na menopausa , mas alguns exames mostraram que ainda não .Não tinha disposição para nada , nem para ir ao salão que é a minha "diversão" preferida, adoro fazer as unhas , meu cabelo , enfim me arrumar !Já estava perdendo o controle da minha casa , uma bagunça sem fim, mas que tbm não tinha disposição se quer para iniciar a arrumação , cortar as coisas para fazer a comida era um sacrifício de Hércules, comecei a achar que a faca era pesada demais, teve um dia que chorei , pois comecei a fazer e a faca foi pesado e quando eu via ainda tinha um monte de coisas para cortar, entrei em desespero, comecei a ficar muito preocupada com essa situação e sempre pensava : Tem alguma coisa estranha acontecendo comigo, nessas horas a gente pensa um monte de coisas ruins. Procurei vários médicos que me pediram alguns exames e todos deram ok! tudo em perfeita ordem , mas afinal de contas o que está acontecendo comigo ? Me indaguei por várias dias , se não estou doente e vivo cansada, sem disposição para nada só posso estar com depressão, fiquei com medo, juro para você! Fiz o comentário com algumas amigas e um amigo que ainda está fazendo o tratamento e uma coisa que ele me disse me deixou mais tranquila , tomei alguns remédios que o médico mandou para regular a menstruação, enfim ! a menstruação esse mês veio "normal" 3 dias, mas em compensação o remédio me fez engordar quase 4 kilos , isso é assustador !! Já estou mais disposta para fazer as coisas , mas tem dias que ainda sinto muitas dores pelo corpo, mas decidi que se eu não tiver força de vontade para mudar esse situação , ninguém vai mudar por mim, mesmo que eu não esteja bem no dia, procuro acordar cedo , me arrumar e sair para o serviço de bem com a vida !Se estou com depressão ainda não sei e para ser sincera nem quero saber , quero tocar minha vida e ser feliz da maneira que puder !! Penso nos meus filhos, marido , minha casa, meu serviço, se não estiver bem , parece que tudo para ! Percebi esses dias que andei "ausente " se a gente se entregar é o fim , nesse caso temos que tirar forças de onde não temos para recomeçar !E procurar seguir enfrente!!
    Te desejo toda sorte do mundo !!
    Bjkas!!

    ResponderExcluir
  39. No caminho você já está, agora é persistir. Procure a sua menina, lá no fundo à onde você a deixou e pergunte para ela, o que ela quer e prometa que nunca mais irá abandoná-la, porque é isso que acontece, viramos mães as ¨ responsaveis¨ ,esquecemos nosso lado moleca. Te acompanho no blog e dá pra sentir que você é uma pessoa sensível, delicada e forte ao mesmo tempo. Se cuida, acho que já falei demais...rs...já passei por está situação quando minha filha estava com três anos não é fácil mais consegui sair. Fica com Deus! Você é muito importante para ele.Beijos Mercedes

    ResponderExcluir
  40. Minha querida,fiquei muito comovida com seu desabafo,e por incrível que pareca identifiquei algumas sintomas seu, que também ando tendo desde o nascimento da minha filha,também perco muito tempo na internet e não produzo mais.Porém quero que vc melhore logo,estou orando por vc.Bjs Lilian Casa Reformulada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  41. Oi Elza! Que susto que tu me deste! Pelo título e pelo começo do texto, achei que estavas se despedindo e que não ias mais escrever no blog. Desculpa o meu egoísmo mas gosto tanto do teu blog que eu ia ficar bem triste se desistisse de postar. Entendo o teu dilema, pois se que também perco muito tempo na internet mas agora estou tentando me reeducar, estipulando horários para cada atividade. Espero que melhores logo, tenhas tuas noites de sono de volta e encontres novamente a Elza que te faz feliz. Assim, a gente também fica feliz! Bjinho e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  42. Oiiii, Elzinha...
    Hoje sábado me levantei e fui no Face, e penso gentem cadê a Elzinha, qdo procuro seu perfil não vejo mais...vim até aqui e me deparo com esta notícia....HORRÍVEL
    Realmente sei exatamente o que vc. sente, pois o ano passado todinho meu bauzinho explodiu!!!
    E hoje sigo em tratamento, não desejo para o meu pior inimigo...Mas sei que vc. conseguir...Pois estou conseguindo tb....Vivendo um dia de cada vez...
    Fica com Deus minhas orações estará com você....
    Muita Força, Calma e Foco

    Bjuusss florzinha

    ResponderExcluir
  43. Isso já aconteceu comigo Elzinha e o mais difícil você já fez que foi pedir ajuda, fique em paz e tome o tempo que você precisar que daqui a pouco tudo se resolve, vou ficar aqui torcendo pra que isso aconteça o mais rápido...beijocass

    ResponderExcluir
  44. Oi Elza, vai aqui uma palavra pra vc - Mateus 6:25-34.
    Sinta-se abraçada bem forte, tá?
    bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elza, medite na passagem q a moça aí em cima te disse e te garanto q encontrará as respostas q precisa. a paz q precisa...

      Excluir
  45. Lindo, viu?! Parabéns por optar pela liberdade.. Eu também estou nessa. bju bju.. Jô

    ResponderExcluir
  46. Menina!!!! Só posso lhe dizer uma coisa depois de ler tudo...vc já está pronta para a virada e a retomada e cura de sua vida, pois deu o primeiro passo. Gostaria muito de encontrar com vc pessoalmente e dizer que já passei por tudo isso e cá estou...ansiosa, querendo fazer tudo ao mesmo temo, mas respeitando meus limites, pois já experimentei as consequencias de quando os ultrapassei.
    Te desejo a volta por cima, a volta da Elza em todos os aspectos e já te vejo feliz, fazendo o que mais gosta e ainda com suas obrigações de mãe e esposa....tudo vai dar certo Elza! Beijos e estarei aqui sempre para vc!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  47. OI Elza! O que posso dizer? Estou neste mesmo barco que vc, sentindo quase as mesmas coisas, e me permiti ser "egoista" também. Dei um tempo do blog e agora estou me afastando aos poucos do face. Tem hora na vida da gente que este momento "EU" fala mais alto e a gente tem que ceder ou senão pira.
    Amiga, eu gosto de ti, gosto mesmo, e vou torcer pra que vc se encontre novamente.
    Deus te abençoe.
    Beijos Andreza

    ResponderExcluir
  48. Olá! Aqui vai um desejo de loooooonge (Portugal) para que vc fique bem e em paz! Leve o tempo que for preciso e recupere em força! Cuide-se! Beijinhos graaaaaandes
    Sónia

    ResponderExcluir
  49. Elzita
    Vc é uma das pessoas mais lindas q eu conheço. Fico feliz q esteja se respeitando e se cuidando. Bjus mil e obrigada por ser normal
    Fabianne Arguello

    ResponderExcluir
  50. Nunca se esqueça que eu estarei sempre na torcida por você, viu.
    Você é mais especial do que pode imaginar! Para o que der e vir estarei aqui, sempre!
    <3

    ResponderExcluir
  51. Olá Elza.. Quero te dizer que você não é a única, todos nós passamos por momentos assim, difíceis e complicados em que acabamos não nos achando diante a tudo que acontece. Mas uma coisa eu sei, que tudo isso passa, ainda bem, e eu sei e acredito que essa sua fase irá passar e que vai ficar tudo bem. Porque todos nós mudamos, e claro, que sempre aprendemos e tiramos algo de bom nas coisas. Procure fazer o que te faz bem e feliz, o que te deixa pra cima, anote tudo isso e coloque em prática :) gosto muito de você, dedique seu tempo a você e as coisas da sua vida que te deixam bem! beijinho!

    ResponderExcluir
  52. Lindona, quanta coisa!!! Ai, levei foi susto e fiquei com medo de mim!! As vezes fico enjoada e pilhada demais também!!
    Bem...li sim até o final. Desejo que melhore, brinque com seus filhos, namore seu marido, acorde tarde, passeie pelos lugares lindos que sempre mostrou, fotografe bastante, faça suas artes, cozinhe coisinhas legais e depois, quando achar que deve, nos conte, ou não!
    Estou contigo!! É bom as vezes, abrir o livro, destrancar a porta ou arrombar! Vai se tratar sim, mas comece a pensar que não temos culpa desse tempo acelerado que nos obriga ser como todos, viver é mais que isso, viver é ser feliz com a gente, ter um caso amoroso consigo mesma!! Vai fundo!!
    Estarei aqui!! Te esperando e não te cobrando nada!!
    Mil beijos!!
    Que Deus te ilumine!!!
    Cris

    ResponderExcluir
  53. Elza querida, li com muito cuidado tudo o que escreveu. Fiquei emocionada com vc.
    Nós mulheres temos essa mania, defeito, sei lá o nome, de querer cuidar, zelar e proteger todos a nossa volta, e negligenciamos a nós mesmas.
    Ando com a sensibilidade a flor da pele, e quando passamos por um probleminha ele vira um problemão e assim estou me sentindo nos últimos tempos. Parece uma corrida contra o relógio.
    To tentando me compor tb com florais, que uso faz tempo....
    Mas isso tudo é uma fase, um alerta né.....
    Pra se amar mais, se cuidar mais.....
    Vc tem um monte de amigas virtuais torcendo e rezando.... Logo tudo isso passará.
    Fica com DEUS querida!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  54. Elzinha! Posso te dizer uma coisa... li cada palavra e sei exatamente o que querem dizer, sentimentos que só quem passa e vive sabe entender. Já tomou o primeiro passo e agora as coisas vão mudar, creia! Deus tem formas de nos ensinar que as vezes não entendemos, mas, tudo ficará bem. Conte comigo para o que precisar, não se sinta só!
    Estou torcendo e orando por você, minha amiga!
    Um abraço apertado!

    ResponderExcluir
  55. Olá Elza!

    Essa é só uma fase e vai passar. Infelizmente, algumas vezes temos que levar um tapa na cara da vida para acordar e voltar a agir e recuperar a nossa essência. Diariamente somos atropelados pela grande quantidade de informações e cobranças do mundo moderno e acabamos postergando o que é realmente necessário e essencial.
    Espero ansiosamente pela sua recuperação.
    E não se preocupe com a opinião dos outros, pois sempre tem um para nos julgar com os olhos do mal. Tenho certeza que os seus fieis leitores e admiradores do seu trabalho vão sempre te apoiar!
    Estou aqui mandando energias e pensamentos positivos, pq sei que Deus já abençoou e já deu tudo certo.
    Bjus.

    ResponderExcluir
  56. Oi Elza!
    Sempre elogio você por ser uma mulher criativa e dedicada e hoje eu quero lhe dizer que você é muito corajosa e guerreira, li essa postagem com lágrimas nos meus olhos e me identifiquei com muita coisa que você escreveu, eu também ando adiando muita coisa em minha vida, e principalmente minha ida ao médico. Tudo o que você escreveu com certeza vai servi de alguma forma para alguém que talvez esteja na mesma situação e não sabe, só peço a Deus que lhe proteja e esteja com você em todos os momentos de dificuldades e alegrias.
    Cuide-se! Não importa quanto tempo, o importante é que você esteja bem e feliz.
    Bjos..
    :)

    ResponderExcluir
  57. Oi, Elza, boa noite!
    Você nem imagina o quanto seu desabafo está me ajudando, me identifiquei muito com tudo que vc relatou. Infelizmente por aqui as coisas já estão até piores, pois o desânimo não está só em mim, a família como um todo está fragilizada. Há uma semana perdi minha mãe, já bem idosa e doente, mas ainda assim é difícil, sofrido. Sei que uma razão muito forte para a minha situação atual é o excesso de trabalho, há 3 anos tendo dois empregos, inclusive à noite, isso me afastou muito de casa, sempre pensando em darmos mais conforto, mas de que serve dinheiro quando a saúde e o aconchego vão para o brejo? Marido tb sobrecarregado, me substituindo em muitas coisas, como dar janta, por exemplo. Tb estou fazendo muitos examos médicos, hipertensão a galope. Estou pensando em largar o emprego noturno, sou profª e tenho me estressado demais. Tb não quero tomar medicação forte, estou achando bem interessante o seu método, com florais, acupuntura, caminhadas. Desculpe o falatório, muito obrigada por compartilhar suas emoções. Desejo que tudo se transforme positivamente, para você e todas nós que estamos desejando mudanças. Muita saúde, paz e amor! Bjs, Fabiola (Biula)

    ResponderExcluir
  58. Elza querida, me solidarizo com vc e te desejo toda força e coragem do mundo!Tome os florais, mas se não der certo, não resista a medicamentos para a depressão.Tenho uma irmã que foi protelando sua doença com chás e afins e se deu muito mal...caiu de cama.Cuide-se, o nosso bem maior é saúde!Seus filhos, seu esposo, seus amigos amam vc e te querem ver bem!Sabe, eu não tenho face, só blog, mas eu cuido para não ficar só na frente do computador, eu leio, bordo. cuido da casa, danço zumba 3 vezes por semana, se eu parar,eu caio!Procure ter uma rotina diária e desligue-se do computador,vc vai ver como vai ficar melhor.Beijos!

    ResponderExcluir
  59. Eu querida!! Realmente se abrir é bom.. passei por isso com minha mãe que teve depressão depois de mto stress... q Deus te ajude e te fortaleça a sair dessa... q o amor dele inunde seu coração! Mto bom ler seu coração aqui e poder acompanhar sua linda vida.... daqui uns dias nos contará como está melhor..m se Deus quiser! Bjao

    ResponderExcluir
  60. muito bonito seu relato, demonstra coragem e vontade de mudar, e só por isto você já tem o impulso que precisa para seguir em frente e mudar esta realidade...boa sorte, boas vibrações! ;)

    ResponderExcluir
  61. Querida! As vezes a vida nos pega pela mão e nos mostra o momento de puxar o freio, parar e refletir sobre o que é melhor pra nós, pra nossa vida. Tô aqui na torcida pra que vc se encontre e que seja completamente feliz.
    Realmente a vibe do insta, é calorosa e reconfortante, adoro te ver por lá. <3
    Fique na paz!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  62. Querida, eu sei o que vc tá passando, pois já passei tbm... por isso te digo, uma dica, caso queira... leia a Bíblia, reserve um pouco deste tempo q vc vai se permitir ter agora, para falar com Deus, diga à Ele como está se sentindo, desabafe com Ele, chore se for preciso, mas se derrame aos pés dEle... te garanto q vc vai encontrar consolo e a cura interior q precisa... foi Jesus Cristo q me curou de ANOS de insônia e depressão, mediante a fé em Seu nome... Dps de tentar de td, te digo q Só Ele pôde me curar e hj sou outra pessoa, feliz de verdade, pq Ele é a minha fonte de vida... de alegria de viver. Jesus Cristo, verdadeiramente é o Caminho, a Verdade e a Vida... ngm vai ao Pai senão for por Ele... Deus a abençoe!

    ResponderExcluir
  63. Oi Elza. Li até o fim. Parecia que o texto foi ditado por mim,pois eu não consegui escrever,não conseguia explicar,aos bem próximos de mim.Passei por isso á bem pouco tempo atrás,não era eu em mim,não me conhecia,não me sentia,não dormia,não comia...E assim como você, Via a vivacidade dos meus dois filhos,meus meninos, precisavam de mim,meu marido tão solícito,tentando entender. Também me desconectei,evitei as notícias que também me atordoavam, tentei relaxar minha mente. Fiz ,oque jamais pensei que fosse capaz de fazer: Depois de levar os meninos em suas respectivas escolas,entrar no quarto,fechar a porta, ler um livro muito agradável.Eu que não parava,que tudo queria fazer e resolver,perfeccionismo,ansiedade eram minha rotina,me tratei e continuo com florais,estou bem melhor,mas preciso ficar atenta para não recair. Desejo todo o consolo e compreensão e carinho para você! Sinta-se abraçada !!!

    ResponderExcluir
  64. Descanse em Deus e saiba que o melhor de Deus ainda esta por vir! Bjim

    ResponderExcluir
  65. Elza querida, ao ler seu relato, enxerguei mto de mim alí... Tb ando muito tempo conectada ao mundo virtual e desconectada ao mundo real... Tb me sinto deprimida pelo tempo q ando perdendo com internet enqto eu poderia estar lendo um dos meus livros que estão na fila de leitura da minha estante... Te entendo perfeitamente e acho que vc tem q se dar esse tempo sim! Vá em frente amiga e nos vemos no Instagram! Melhoras! Aqui vou estar torcendo e mandando energias positivas a vc querida amiga! Bjs Tânia Neves

    ResponderExcluir
  66. Elza, minha querida...
    ...Creio que, em nome de Jesus, já esteja melhor agora, mas só agora consegui chegar aqui.
    Vou ser bem breve, como nunca costumo ser, mas é pq sei que o que vou dizer será o bastante:

    Chorei. Por vc e por mim - que me vi muito nessas suas linhas e entrelinhas!

    Bjs em seu coração lindo!
    Deus a abençoe e proteja sempre!
    Vc vai conseguir, em nome de Jesus!
    Te admiro ainda mais!

    ResponderExcluir
  67. Coragem Elza querida... que Deus te abençoe... seja forte e seja essa pessoa linda que vc sempre foi... bjos

    ResponderExcluir
  68. Olá Elza !!!

    Não vou me estender muito, acredito que já tenham dito muito do que penso (me desculpe, não li os comentários), mas desejo do fundo do meu coração que melhore logo, e que fique bem do jeito que era e que gosta tanto. Não tenho frequência de vir aqui, por que minha vida é uma agitação só, mas sempre que venho fico encantada com a delicadeza do seu blog. PARABÉNS !!!

    Beijo, fique com Deus !!!

    ResponderExcluir
  69. Nossa Elza, acho que eu preciso disso, eu e milhares de pessoas, se desconctar, ficar sem "tanta" informação, viver, curtir cada momento, ser "leve", adorei e vou adotar isso para minha vida tbm, estou precisando ....
    Espero que vc melhore, que encontre a leveza que procura, um beijão !

    ResponderExcluir
  70. Oi Elza.
    Passei por aqui antes mas faltava-me tempo para comentar.

    Você é uma pessoa querida entre nós blogueiras e tenho certeza que fora desse ambiente também.

    Situações como essas tem sido comuns em nossos dias. Várias são as pessoas atingidas por esse processo depressivo.

    Que bom que você conseguiu diagnosticar e tem seguido as orientações para ficar bem.

    Também vivi assim há uns dois anos atrás. Procurei ajuda e hoje estou melhor.

    Desejo que você fique bem. Ame e seja amada.
    Deus a abençoe.

    Ana Virgínia

    ResponderExcluir
  71. Boa Sorte, te cuida, que precisamos de ti, mas saudável e feliz. Bjs Gisela Fonseca. Vou tentar te seguir no ig.

    ResponderExcluir
  72. Elza, sei exatamente o que está passando. Obrigada pelo seu relato, ajuda muitas pessoas. A depressão é mais comum que todos nós imaginamos. Luto com ela a quase 10 anos e sei que não é fácil. Nunca tomei remédios e acredito muito na mudanças de hábitos e seguir uma rotina saudável e produtiva. Desejo sinceramente que você se sinta bem! Parabéns pelo Blog!

    ResponderExcluir
  73. Esqueci de assinar o comentário anterior. bj, Rita Reis - Dona de Casa Feliz

    ResponderExcluir