terça-feira, 11 de maio de 2010

Arthur e os Pesadelos...

Há noites em que o Arthur acorda chorando, outras conversando e outras se debatendo! E muitas vezes acorda em estado de horror, gritando...Está tendo pesadelos. Ele, tão acostumado ao escuro, nas 2 últimas noites não me deixou apagar as luzes! Eu já tinha lido sobre sonhos e pesadelos há algum tempo, mas estava esperando chegar esse momento. A rotina para dormir é calma, ele toma banho, faz um lanchinho, eu leio o mesmo livro todas as noites (porque eles não se cansam da mesma história), e ele pega no sono muito bem. Mas no meio da noite, ele chora e corre para a minha cama e fica entre o meu marido e eu. Dorme feito um anjinho, meu marido também, quem não dorme, sou eu! Eu li que uma rotina mais trânquila durante o dia, sem muito estímulo, ajuda o bebê a ter uma noite melhor, mais calma. Mas nessa idade, eles parecem ligados na tomada. E que não há muito o que fazer, pois eles ainda não entendem o que está acontecendo e ficam muito assustados. Eu sempre leio que levar a criança para a cama dos pais é um erro e você só está adiando as consequências, e eu concordo, mas quando a gente vê a carinha dele, amedrontado e querendo proteção: não há livro educacional que resolva!!!


4 comentários:

  1. Parabéns Arthur é lindo!!
    E nessa idade eles são assim mesmo eletricos.
    bjos

    ResponderExcluir
  2. ... ai que coisinha mais linda é esse Arthur!!! Uma fofura!!!A Cecília ainda não passou pela fase dos pesadelos, mas ainda acorda para mamar (no peito ainda...abafa o caso...), fazer xixi, etc e tal...Todo dia é uma nividade.
    Sobre a natação, aconselho, ajuda muito no desenvolvimento motor. Eu matriculei a Cecília na intenção de melhorar o sono dela na época em que acordava muito. Gostei tanto do resultado que fui deixando. Hj ela adora!!!!
    Bjs, So

    ResponderExcluir
  3. Oi So
    Obrigada pelas dicas. Não vou pensar demais e vou colocar o Arthur na natação sim.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Ai!!! O Arthur é lindo! Tenho que te falar a verdade! Isso é só o começo... Mas mãe é uma pessoa especial, a gente aguenta tudo! É muito amor!

    Bjks

    Débora

    ResponderExcluir